night e cia
InicialDestaquesTop20AgendaCasasCinemaFotosRevistaBlogColunistasContato
* COLUNISTA *

Heydi Costa

Maquiadora e hair stylist
7.12.20      Texto: Heydi Costa      Fotos: Divulgação

Chip da Beleza?

O tão falado “chip da beleza” tem conquistado diversas famosas com efeitos que parecem milagres e cada vez mais é procurado por mulheres e até homens nos consultórios.

 

Foto: Daniela Sarayba

O médico Bruno Matias, da Clínica Paris, explica que o procedimento é na verdade uma reposição hormonal.

Nesse bate-papo com ele esclarece muito e te ajuda a decidir em usar ou não essa nova tecnologia que favorece a beleza.

O implante de gestrinona, passou a ser inadequadamente chamado de chip da beleza por ter um possível efeito estético (de reduzir a gordura corporal e  favorecer o ganho de massa magra), e ser tradicionalmente usado por modelos, atrizes e outras famosas.

Os implantes não devem ser utilizados para finalidade estética, mas podem ser uma opção de tratamento ginecológico para condições como a endometriose, adenomiose, miomas, TPM, reposição hormonal da menopausa, ou mesmo como método anticoncepcional.

Seu uso possui alguns benefícios como a melhora da disposição e o aumento da libido (pelo aumento natural da testosterona feminina), interrupção das menstruações (eliminando as cólicas e TPM), além de poder favorecer o ganho de massa magra e reduzir a gordura corpórea e a celulite. Porém tais efeitos benéficos são secundários, considerados uma espécie de efeito colateral do tratamento com o implante (“chip”) hormonal.

E como todo método hormonal, o implante de gestrinona tem também efeitos colaterais, como a possível piora da oleosidade da pele, acne, queda de cabelo e sangramento irregular, entre outros menos comuns.

Foto: Viviane Araújo.

Na mulher, os hormônios androgênicos (DHEA, progesterona e testosterona) caem lenta e progressivamente com o envelhecimento.

Além disso, estresse, insônia, má alimentação e sedentarismo agravam os sintomas.

Porém, na mulher não há um valor mínimo e a decisão sobre a reposição hormonal é predominantemente clínica.

A gestrinona é hormônio anti estrogênico, que atua melhorando os níveis de hormônios androgênicos e aliviando os sintomas causados pela predominância estrogênica.

A vantagem do implante de gestrinona é a comodidade, pois os hormônios são implantados por uma pequena incisão na pele e assim, é liberada diariamente a dose terapêutica indicada, sem os riscos do esquecimento, da passagem do hormônio transdermico por transferência para outros (em abraços e contato direto), obtendo, sem riscos, um bom resultado clínico e laboratorial.

Respeitando os critérios clínicos e laboratoriais, a reposição hormonal é capaz de reestabelecer a vitalidade dos pacientes.

Envelhecimento não deve ser sinônimo de perda de perfomance física, mental ou sexual.

Os efeitos colaterais são mínimos, em algumas mulheres pode haver queda de cabelos e pode aumentar a oleosidade da pele.

Exames prévios completos e a dose escolhida fazem a diferença. Acreditem, menos é mais e até conhecermos as respostas das pacientes, o mínimo é o ideal.

Os implantes são confortáveis, implantados na região glútea sob anestesia local, não incomodam e a troca é semestral.

Pelo fato de entrarem pela pele, os hormônios circulam e evitam a 1ª passagem pelo fígado, o que também é ótimo.

Benefícios:

-TPM
-Celulite
-Libido
-Ganho de massa muscular ao praticar musculação

Consulte seu médico - e lembre-se: não existe mágica.

Foto: Arquivo Pessoal.

O Dr. Bruno Matias, é médico urologista, pós graduado , atualmente cursa mestrado em reprodução humana na Universidade Iberoamericana de Sevilha.

CRM 27628

night e cia - Todos os direitos reservados. Copyright 2003-2021



Rua Anita Garibaldi, 425, Itajaí - SC - Brasil - CEP: 88303 020
Info.: 47 3344-8600
E-mail: direcao@nightecia.com.br
Oi,
me dá seu e-mail?